Please use this identifier to cite or link to this item: http://srv-bdtd:8080/handle/tede/526
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: Prevalência da doença de chagas no Brasil
Other Titles: Prevalence of chagas disease in Brazil
metadata.dc.creator: Lisboa, Karine Gomes de Omena
metadata.dc.contributor.advisor1: Freitas, Maria da Glória
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Cerqueira, Thycia Maria Gama
metadata.dc.contributor.referee1: Freitas, Maria da Glória
metadata.dc.contributor.referee2: Rocha, Thiago José Matos
metadata.dc.contributor.referee3: Oliveira, Keila Cristina Pereira do Nascimento
metadata.dc.description.resumo: Introdução: Doença de Chagas é uma doença tropical que está entre as doenças negligenciadas do mundo, na qual é considerada endêmica nas regiões em que a população apresenta baixa renda. Objetivo: A presente pesquisa tem como como objetivo, analisar a prevalência de doença de Chagas no Brasil, no período de 2012 a 2017.Metodologia: Trata-se de um estudo epidemiológico quantitativo de natureza exploratória, com coleta de dados realizada a partir de fontes primárias e análise dos dados no Sistema de Informação de Agravos e de Notificação (SINAN-NET). Resultados: A curva epidemiológica indicou que o maior percentual de casos ocorreu na região Norte, seguida da região Nordeste, com predomínio no sexo masculino, na faixa etária compreendida de 5 a 59 anos e como modo provável de contaminação por via oral Conclusão: Foi observado que precisa de estudos aprofundados e ações de saúde pública com maior desempenho na busca de novos casos em relação a doença de Chagas, uma vez que está entre as doenças negligenciadas.
Abstract: Introduction: Chagas disease is a tropical disease that is among the neglected diseases of the world, in which it is considered endemic in regions where the population has low income.Objective: This study aims to analyze the prevalence of Chagas' disease in Brazil, from 2012 to 2017. Methodology: This is a quantitative epidemiological study of an exploratory nature, with data collection from sources and data analysis in the Aging and Notification Information System (SINAN-NET). Results: The epidemiological curve indicated that the highest percentage of cases occurred in the North region, followed by the Northeast region, with predominance in the male sex, in the age group comprised between 5 and 59 years of age and as a probable way of oral contamination. Conclusion: Which needs in-depth studies and public health actions with greater performance in the search for new cases in relation to Chagas disease, since it is among neglected diseases.
Keywords: Prevalência
Doença de chagas
Epidemiologia
Prevalence
Chagas disease
Epidemiology
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Centro Universitário CESMAC
metadata.dc.publisher.initials: CESMAC
metadata.dc.publisher.department: Departamento 1
Citation: LISBOA, Karine Gomes de Omena. Prevalência da doença de chagas no Brasil. 2018. 21 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Enfermagem) - Curso de Enfermagem, Centro Universitário CESMAC, Maceió-AL, 2018.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://srv-bdtd:8080/handle/tede/526
Issue Date: 5-Dec-2018
Appears in Collections:Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) - Graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PREVALÊNCIA DA DOENÇA DE CHAGAS NO BRASIL.pdf1,17 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.