Please use this identifier to cite or link to this item: http://srv-bdtd:8080/handle/tede/222
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: O que sabemos não é quase nada em comparação ao que ignoramos: uma pesquisa bibliográfica sobre o agressor sexual infanto-juvenil
metadata.dc.creator: Souza, Tárcila Thayse Oliveira de
metadata.dc.contributor.advisor1: Rosa, Daniela Botti da
metadata.dc.description.resumo: O presente trabalho foi desenvolvido com o propósito de se estudar o agressor sexual infantojuvenil. Buscando melhor compreender quem é o perpetrador de um crime que ocorre desde os primórdios de nossa humanidade. Deixando claro que o intuito aqui, não é eximir a culpa do agressor, tampouco buscar justificativas para o seu delito. Começando com os motivos que me despertou o interesse de realizar o referido estudo para então, realizar uma contextualização histórica da violência sexual infantojuvenil, apresentando os casos e a leis criadas no decorrer da história. Por conseguinte, explico os termos utilizados para definir quem é o agressor sexual: pedófilo ou abusador sexual, explicando as diferenças e semelhanças entre os dois e utilizar elementos da arte, tal como filme e conto infantil, com o intuito de proporcionar uma maior visibilidade ao entendimento das técnicas que estes agressores sexuais utilizam para seduzir a vítima na vida real. Por fim, será exposto o que denomino de tríplice irrefutável: prevenir, através de tratamentos voltados para os agressores; educar, por meio de cartilhas para todas as idades; e denunciar, seja pessoalmente ou através dos canais de denúncias. No que concerne a metodologia utilizada para elaboração do trabalho, foi realizada uma pesquisa bibliográfica exploratória em fontes secundárias, de abordagem qualitativa. Constata-se que a incipiente atenção dada pelo Estado e pela sociedade para as causas primárias do abuso sexual infantil pode ser um dos fatores explicativos para o alto índice de reincidências do crime.
Abstract: The present work was developed with the purpose of studying the child sexual aggressor. Seeking to better comprehend who is the perpretator of a crime that has been occurring since the beginning of mankind. Making clear that the purpose here is neither to exempt the aggressor’s guilt nor to find justification for their felony. Starting with the reasons that inspired my interest to perform the referred study to, then, perform a historical contextualizing of the sexual violence in children, presenting cases and laws created along history. Thus, the terms are explained to define who the sexual aggressor is: pedophile or sexual offender, explain the differences and similarities between both and use art referrences, such as movies or child fables, with the purpose of providing a bigger visibility into the understanding of the techniques these sexual aggressors use to attract the victim in real life. Finally, what i define as irrefutable triple: prevention, through treatments focused on the aggressors; education, through information folders to all ages; and reporting, whether personally or through reporting channels. In what refers to the methodology used for the elaboration of this work, a bibliographic exploratory research was conducted from secondary sources of qualitative approach. This states that the incipient attention given by the state and society to the primary causes of child sexual abuse may be one of the explaining factors to the high number of recidivism of the crime.
Keywords: Violência sexual
Criança
Adolescente
Agressor
Sexual violence
Child
Teenager
Aggressor
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Centro Universitário CESMAC
metadata.dc.publisher.initials: CESMAC
metadata.dc.publisher.department: Departamento 1
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://srv-bdtd:8080/handle/tede/222
Issue Date: 29-May-2018
Appears in Collections:Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) - Graduação



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.